Sócio Luiz Dutra comenta sobre a relação entre Banco Central e fintechs no jornal O Estado de São Paulo


O sócio Luiz Filipe Couto Dutra, responsável pelas áreas de Contratos e Societário e coordenador do China Desk  do Gico, Hadmann & Dutra Advogados, comentou as novas diretrizes do Banco Central do Brasil para o desenvolvimento dos mercados financeiro e de capitais por meio de tecnologias como blockchain e open banking.

As recentes mudanças no comportamento da sociedade demandam uma atualização dos serviços postos à sua disposição e, consequentemente, uma revisão da regulação de determinados setores, como o das instituições financeiras. É nesse contexto que o sócio Luiz Dutra aborda os comentários feitos pelo novo presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, durante o seu discurso de posse na instituição.

Clique aqui e leia a íntegra do artigo do sócio Luiz Dutra publicado pelo jornal O Estado de São Paulo (Estadão).